• Image 01
  • Image 02
  • Image 03
  • Image 04
  • Image 05
  • Image 06

Prefeito Gilberto Matos e Secretária de saúde Sandra Castro participaram de lançamento de programa da SESAB em Salvador

O programa do Mutirão de Cirurgias promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) retoma as atividades na última terça-feira (24). Depois de pouco mais de um ano de ação em todas as regiões da Bahia e mais de 14 mil procedimentos cirúrgicos realizados, foi lançada pelo governador Rui Costa, a segunda etapa do Mutirão de Cirurgias Eletivas. A meta é realizar dez mil cirurgias até dezembro deste ano. O evento de lançamento ocorreu no auditório do Senai Cimatec, em Salvador, e contou com a participação da primeira-dama Aline Peixoto, uma das idealizadoras da ação, o prefeito de Caém Gilberto Matos e a secretária municipal de saúde Sandra Castro.

De acordo com o superintendente de Atenção Integral à Saúde (Sais), da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), Jassicon Queiroz, foram 18 mil atendimentos que se converteram em 14.295 cirurgias, na primeira etapa. A Sesab mobilizará os municípios para atualizarem o cadastro dos pacientes que atendam aos critérios do mutirão para segunda etapa. Após o cadastramento, a Secretaria informará os locais e datas de instalação das unidades móveis, que vão percorrer os municípios. Dentro dos veículos, a população passa por exames de raio-x, ultrassonografia e eletrocardiograma, seguido de consulta com o médico. Uma vez que tudo está correto com os pré-requisitos, o paciente passa pela cirurgia em uma unidade hospitalar.

“Graças a Deus, a Bahia hoje é referência para o Brasil em várias áreas. Esse projeto é exemplo também. Nossa equipe está sendo convidada por vários estados brasileiros que desejam replicar o modelo do mutirão. Isso é motivo de muito orgulho e felicidade. A Bahia é o estado que mais investe em saúde pública no país. Somos referência porque nós temos conseguido reunir paixões de peças importantes da gestão pública que, assim como eu, querem cuidar de gente”, afirmou Rui Costa.

O acesso de pacientes ao mutirão continuará através do Sistema de Gestão de Cirurgias Eletivas através da Lista Única. Os procedimentos serão disponibilizados para as pessoas que tenham o cadastro completo com indicação de cirurgias de hérnias inguinal, umbilical e epigástrica, vesícula (colecistectomia), histerectomia total para pacientes de 14 a 65 anos, além dos novos procedimentos que foram incluídos nessa nova etapa.

Prefeitura de Caém Juntos Faremos Mais