• Image 01
  • Image 02
  • Image 03
  • Image 04
  • Image 05
  • Image 06

Secretaria Municipal de Saúde de Caém promove atividades de psicoterapia com profissionais Agentes de Saúde do município

Na tarde desta terça-feira (17), a Secretaria de Saúde promoveu no distrito de Piabas um encontro com profissionais da saúde da UBS do distrito. O intuito principal dessa ação é mobilizar Agentes Comunitárias(os) de Saúde no processo de melhor entender as demandas encontradas no exercício do ofício.

É importante frisar que esses e essas profissionais também necessitam de atenção, valorização e cuidados. São eles e elas que cuidam para que todas as pessoas acessem os programas sociais de promoção da saúde e bem estar e muitas vezes não sobra tempo para se auto cuidar. Nesse contexto a Secretaria de Saúde têm promovido encontros nas UBS de todo município, específicos para que esses e essas profissionais recebam ajuda, atenção e expressem as demandas e dificuldades encontradas no cotidiano profissional.

Oficialmente implantado pelo Ministério da Saúde em 1991, o então Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) teve início no fim da década de 80 como uma iniciativa de algumas áreas do Nordeste (e outros lugares, como o Distrito Federal e São Paulo) em buscar alternativas para melhorar as condições de saúde de suas comunidades. Era uma nova categoria de trabalhadores, formada pela e para a própria comunidade, atuando e fazendo parte da saúde prestada nas localidades.

Os ACS desempenham um papel muito importante na transmissão das informações e comunicação por ambos os espaços – governo e comunidade – e intermediarem essa interlocução. O que não é tarefa fácil por muitas vezes se tratar de situações de vulnerabilidade social, mental, física e lidar com camadas da sociedade que sentem os reflexos da pobreza e escassez. Agente de Saúde tem um papel muito importante no acolhimento, pois é membro da equipe que faz parte da comunidade, o que permite a criação de vínculos mais facilmente, propiciando o contato direto com a equipe.

A mediadora Cristiane Passos que é médica, psicotepateura yungana e homeopata destacou a necessidade de os e as agentes comunitárias de saúde colocarem limites na forma como a comunidade trata os trata, uma vez que não é raro casos de agressões verbais e abusos variados quando o paciente é contrariado no seu desejo ou solicitação. A respeito disso a mediadora Cristiane Passos conta que “é um problema geral, tem muita responsabilidade em cima das(os) agentes comunitárias(os) de saúde e uma dificuldade em colocar limites, talvez falte a eles e elas uma noção do que é realmente atribuição deles e delas”.

Balbina dos Santos agente comunitária de saúde que atua em Piabas há 19 anos, aponta que “foi muito interessante essa ação, pois muitas vezes os profissionais se sentem esquecidos e é importante se sentir lembrada e cuidada. O trabalho não é fácil e saber que temos apoio é indispensável para continuar desenvolvendo nossa atividade. Muito proveitoso”, finalizou Balbina dos Santos.

As atividades vão continuar sendo desenvolvidas com as equipes. Em Piabas as equipes receberão a visita de Cristiane Passos toda terceira terça do mês.

PREFEITURA DE CAÉM JUNTOS FAREMOS MAIS

ASCOM