• Image 01
  • Image 02
  • Image 03
  • Image 04
  • Image 05
  • Image 06

Caém: Secretaria Municipal de Educação incentiva criação de Rádio nas escolas do município.

A oficina Gênero e Produção Radiofônica mediada pela comunicadora Kivia Carneiro foi uma proposta da Secretaria de Educação na tentativa de fazer com que o rádio seja um instrumento para a consolidação das escolas como espaço de exercício real da cidadania. A criação de mais essa ferramenta educativa é também contribuir para a compreensão de que o rádio é um veículo de comunicação eficiente e muito importante em nossa região que ainda usa esse meio de comunicação como uma das fontes primordiais de informação.

O projeto visa desenvolver habilidades e competências de comunicação social, por meio da Rádio Escolar, promovendo (in) formação, entretenimento e interação no espaço escolar, utilizando mídias facilitadoras e tecnológicas de comunicação para promover uma aprendizagem significativa.

Cada escola já está equipada com material básico para começar as atividades durante os intervalos das aulas. Segundo Kivia Carneiro, a mediadora da oficina que tem mais de 10 anos de experiência com rádios, rádios educativas e comunitárias, “esse trabalho contribui para melhorar a autoestima e a forma como estudantes se relacionam com a escola e com a comunidade”. Se relacionar melhor com a escola e perceber que ela é um lugar importante na construção da subjetividade e da cidadania das crianças, é reconhecer que se faz necessário repensar nossa prática educacional e trazer novas formas de educar, principalmente neste contexto de crescente evasão escolar e dificuldades variadas de aprendizado.

Um fato a ser evidenciado também, é que através dos programas produzidos e apresentados por estudantes, educadores e educadoras, traz um compromisso com a interdisciplinaridade inerente ao Projeto que inclusive permitirá aos estudantes a produção de programas que não se limitem às questões da escola no sentido programático, a proposta é que vá além e se efetive como espaço de livre manifestação dos interesses dos estudantes e das estudantes do turno em questão.

Durante a oficina, os estudantes conheceram vários formatos de programas e as etapas necessárias para criação e execução de um programa de rádio. A metodologia tentou potencializar a atenção para as questões ligadas à rádio, mas também trouxe questões voltadas para música, gênero e violência contra as mulheres numa breve provocação para a forma como as mulheres são representadas em algumas letras de músicas e como isso reforça uma estrutura que ainda enxerga a mulher como um ser inferior e submissa. A proposta dessa conversa foi e será sempre na tentativa de sensibilizar as novas gerações para que rompam com modelos sociais que violentam ou oprimem qualquer grupo social de modo a construir dias melhores para todos e todas.

A oficina contou com a participação do Colégio Municipal na comunidade de Piabas, com a presença da educadora Sandra Santos, a coordenadora pedagógica Aitan Almeida da Silva e mais quatro estudantes, do Colégio Municipal do Gonçalo com a coordenadora Soane Matos e cinco estudantes, e a coordenadora pedagógica municipal Inaiara Nunes.

De todo modo, essa ação espera favorecer a convivência e trabalho em grupo entre estudantes, respeitando diferenças, níveis de conhecimento e ritmos de aprendizagem de cada integrante da equipe de trabalho. Além disso, reconhecer crianças e adolescentes como produtores de cultura, promovendo integração entre meios de comunicação e estudantes para que ocorra uma aprendizagem significativa.

PREFEITURA DE CAÉM JUNTOS FAREMOS MAIS

ASCOM