Prefeitura de Caém - BA
Siga-nos

Comunidade escolar de Caém participa do Programa Saúde na Escola (PSE)


Publicado em: 09/12/2021

O Programa Saúde na Escola (PSE) visa à integração e articulação permanente da educação e da saúde, proporcionando melhoria da qualidade de vida da população, além de contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino.

O público beneficiário do PSE são os estudantes da educação básica, gestores e profissionais de educação e saúde e comunidade escolar. Com isso o programa promove a articulação de saberes, a participação de estudantes, pais, comunidade escolar e sociedade em geral na construção e controle social da política pública.

O PSE trata-se de uma política pública para promover saúde e orientar sobre prevenção de doenças, com um olhar voltado para os estudantes, sendo que esses passam a atuar como multiplicadores de informações, levando o que aprendem na unidade escolar para as comunidades onde vivem. Entre os componentes do PSE estão: ’avaliação das condições de saúde das crianças, adolescentes e jovens que estão na escola pública’; ‘promoção da saúde e de atividades de prevenção’ e ‘monitoramento e Avaliação da Saúde dos Estudantes’.

Os alunos das escolas Otávio Mangabeira e Arnóbio Xavier de Oliveira, em Caém, receberam durante a segunda (6) e terça-feira (7), a equipe do Programa Saúde na Escola (PSE). Nas duas unidades escolares foi realizada a palestra ‘Alimentação Saudável’. Para o secretário de Educação do município, Ronaldo Oliveira, esses momentos são muito importantes por ser algo novo para a comunidade escolar e por se tratar de um aprofundamento em assuntos relacionados à prevenção e saúde. “Conforme destaca a ementa do programa, a escola é a área institucional privilegiada deste encontro da educação e da saúde, espaço para a convivência social e para o estabelecimento de relações favoráveis à promoção da saúde”, ressalta o secretário.